quarta-feira, 23 de agosto de 2017

APRENDENDO PELAS ASAS DE UM TEMPO TEU A VOAR


Imagem - ECLiP$E


APRENDENDO PELAS ASAS DE UM TEMPO TEU A VOAR


Solta a alma, pela janela de outra vida,
Libertando teu coração aprisionado,
Pelo doce voo de um mar enamorado.
Vai, sem receio, alada pela loucura desmedida,

Enfrenta com serenidade a fúria do mar
Libertando ligeiramente as ondas salgadas
Pelo vento que circunda as asas de um amar.
Vai, sem pressa de voltar às janelas fechadas,

As malfadadas que te tomam os dias
E surrupiam  os mais belos momentos.
Porque não deixas o Sol entrar pelas poesias

Que hão-de ser outro mar? A visão de artista
Certo dia existirá, e a olhos vistos,
Tal a beleza de uma natureza que conquista.

Solta a alma, pela janela de outra vida,
Aprendendo pelas asas de um tempo teu a voar.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

OS SILÊNCIOS SÃO SEMPRE SINGULARES...


Imagem - Bellissime Immagini 


OS SILÊNCIOS SÃO SEMPRE SINGULARES...


Os silêncios são sempre singulares...
Movidos de uma força maior que o pensamento,
Iluminados pelo astro-rei que lhes confere saberes,
Dote de um tempo uno que transpõe o momento.

E, é pelo singular de cada um dos singulares 
Que se constrói vida em todos os seres,
Que se prova o cálice da existência regendo o coração
Em plena harmonia com a razão.

Sempre que há silêncios há mundos singulares,
Há frases tão concretas e defenidas
Quanto as gentes que destilam sílabas,
Em suma, há universos diferentes pelos olhares.

Ah, quem ousa deslocar as palavras
Pelo tempo uno submete-se ao romper de searas!
Os silêncios são sempre singulares...

© Ró Mar

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

QUE O TEU SORRISO NUNCA SE APAGUE MINHA FLOR!


Imagem - Bellissime Immagini 


QUE O TEU SORRISO NUNCA SE APAGUE MINHA FLOR!


Que o teu sorriso nunca se apague minha flor,
Pois enquanto isso, és olor primavil e grã amor
Que tenho bem guardado em todo meu ser,
Por enquanto silente, que um dia o possa dizer!

Tens a juvealidade pelos lábios estampada
E a plenitude de grã ser vidrada pelo olhar
Tuas mãos são arte tecida e adamascada,
Adivinho-te mulher prendada, que posso confiar!

És a mais fermosa e singela flor da natureza
E princesa por mim tão amada que de certeza
Nada fará o ser mais feliz que ver brilhar o dia

Pela luz de teus olhos, sentir alegria pelo dia
Resplandecendo a vida, enquanto caligrafia!
Que o teu sorriso nunca se apague minha flor!

© Ró Mar


quarta-feira, 16 de agosto de 2017

O QUE SENTES AQUANDO O SOL TE DÁ MAIS UM DIA!?


Imagem - Bellissime Immagini


O QUE SENTES AQUANDO O SOL TE DÁ MAIS UM DIA!?


Deixa que a noite caia em si,
Pelo teu silêncio profundo,
Observa de longe o que vem a ti
Sem que nada reveles ao mundo.

Deixa que a madrugada brote por si,
Pelo teu olhar profundo,
Observa de longe o que vem a ti
Sem que nada inventes ao mundo.

Deixa que o pôr-do sol ilumine o dia,
Pelo teu corpo adentro, que tão treme,
Observa de perto o reflexo que em ti radia.

Deixa que a vida te leve, pelo seu leme,
Aos confins do universo e depois diz-me
O que sentes aquando o sol te dá mais um dia!?

© Ró Mar

terça-feira, 15 de agosto de 2017

MEU CORAÇÃO PELO VENTO A VERBO AMAR


Imagem - Bellissime Immagini


MEU CORAÇÃO PELO VENTO A VERBO AMAR


Gosto do suave fresco das manhãs e seu brio
Dos passarinhos a cantar e seus ninhos,
Do verde-níveo das águas que fluem o rio,
Das gentes simples e com muitos sonhos;

Gosto de tudo que é ou faz por ser natureza,
Da vida e toda a genuína beleza,
Dos cheiros e da terra que também é minha,
Dos sentidos apurados, sorte minha!

Gosto de um beijo ou abraço pelo azul luar,
Sentir a pureza perpétuando amizades e amar,
Sem preconceitos, qualquer e todo o universo.

Gosto de escrever em jeito de verso,
Sentir a alma fluir e puder partilhar
Meu coração pelo vento a verbo amar.

© Ró Mar